Resenha: "Fala sério, mãe! - Thalita Rebouças"

agosto 29, 2011





Resenha: Fala sério, mãe!
SinopseMãe e filha. Que relação complicada, essa! Amor, carinho, compreensão e, claro, muitas, muitas brigas. Brigas importantes, brigas bobas, brigas engraçadas, brigas memoráveis. Só variam conforme a idade. Boletim, namorados, arrumação do quarto, legumes, viagens, festas, hora de chegar das festas... tudo é motivo para essas pelejas domésticas. 

Para Angela Cristina, elas são apenas carinho e preocupação. Para Maria de Lourdes, são chateação materna mesmo. Na primeira metade do livro, os textos mostram o ponto de vista da mãe. Mas depois do primeiro beijo, aos 12 anos, é Maria de Lourdes (ou Malu, como ela prefere) quem assume a narrativa.

Fala sério, mãe! é uma coletânea de crônicas bem-humoradas do cotidiano dessas duas personagens, que pode ser lida aleatoriamente ou como um romance em pílulas, em ordem cronológica, da barriga aos 21 anos.

Este foi o primeiro livro que eu li da Thalita, e desde então me apaixonei por ela e pelos livros, não é atoa que tenho a Thalita como autora nacional preferida! 
Este livro, conta a história de Ângela Cristina e sua filha Maria de Lourdes, ou melhor Malu. O livro começa com Ângela, na gravidez, ela diz algumas coisas como: grávidas são gordas e feias, mais todo mundo te acha linda, e que quando está grávida você não ganha nenhum presente para si, e sim para o bebê, como todos sabem isto é mais pura verdade e ela conta isso com muito senso de humor.  

Depois que Malu completa 12 anos, ela começa uma narrativa com seu ponto de vista, e coisas novas começam a acontecer a cada mudança de idade de Malu. 

Apesar de mãe e filha brigarem e Malu ser às vezes um pouco grossa com a mãe, essa história nada mais é do que a relação de amor entre mãe e filha. Me identifiquei muito com várias das partes do livro em que Malu narra, ela conta umas histórias que já aconteceram comigo, e isso é bem interessante porque até então pra mim, isso só acontecia comigo.  

Logo que terminei de ler este livro, passei para minha mãe ler, recomendo que todos que lerem ele façam o mesmo, a sua relação com sua mãe melhorará bastante!

Neste livro a Thalita mostra como todas as mães se parecem um pouco com a Ângela, e como todas filhas se parecem com Malu. A leitura é relaxante, e não cansativa. Vale muito a pena ler.

Abraços e boa leitura à todos!


6 comentários:

  1. Thalita Rebouças chegou lá. Ela te motiva? A mim sim !

    ResponderExcluir
  2. Oi ..

    Não sei se leria esse livro, pois o gênero não me atrai, mas a sua resenha ficou muito legal.

    João Victor
    http://amigodolivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nenhum livro da Thalita Rebouças, não por falta de vontade e sim por falta de grana.rsrsrs. Adorei a resenha, parabéns. Me fez lembrar dos livros da Heloísa Perrissé "O diário de Tati" e "Mãe, você não está endendendo..." que li. É no mesmo gênero e vale a pena. E compartilhei com a minha filha.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Não tive a oportunidade, ainda, de ler algum livro da Thalita, mas morro de vontade!
    Sempre ouço críticas positivas sobre ela e esse livro foi mais um que aguçou minha curiosidade!
    Achei legal você ter passado o livro pra sua mãe ler também ^^
    Beijos!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e faça uma blogueira feliz!
Obrigada.